segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Rua Pinheiro Machado, 1939

Após 7 excruciantes horas de viagem, regressei ao glorioso Estado de Santa Catarina com minha pregas incólumes.

Algumas considerações sobre o Rio Grande do Sul:

- Confirmei minha teoria de que todos os gaúchos são caras bonachões de barba/bigode e boina.

- A infinita maioria das mulheres gauchas não se parecem nem um pouco com a Gisele Bündchen.

- Os fracos não têm vez no trânsito de Caxias do Sul.

- Eu e meu colega Tonho passamos por momentos difíceis ao nos hospedarmos num "hotel" localizado ao lado de uma zona (stricto sensu), causo que será objeto de um relato mais detalhado e extremamente perturbador nos próximos dias.

Em suma, pode-se afirmar que, apesar da direção ofensiva de seus motoristas, das figuras bizarras e mal-encaradas que circulam por sua região central e da noite mal dormida que irei relatar num futuro próximo, Caxias até que é uma cidade maneira.

2 comentários:

Felipe de Avila disse...

Bem vindo ao paraíso novamente

Anônimo disse...

Talvez (sem comprometer) possas esclarecer uma dúvida: O Viagra gaúcho é em pílulas ou é supositório mesmo?
Hpê.